<<  Novembro 2017  >>
 S  T  Q  Q  S  S  D 
    1  2  3  4  5
  6  7  8  9101112
13141516171819
20212223242526
27282930   
Banco Local de Voluntariado
Bem-me-quer Mais Perto
Envelhecer com Qualidade

  Saberes em Teia

guia_cidadao_estrangeiro_banner
Bem-me-quer mais Perto

1. Enquadramento

O aumento da esperança média de vida associado à diminuição do índice de natalidade, que se verifica sobretudo nas sociedades desenvolvidas, tem acentuado o fenómeno do aumento do envelhecimento populacional à escala global, resultando num forte impacte aos diversos níveis – político, económico, cultural, social e de saúde.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o envelhecimento global no século XXI causará um aumento significativo da procura de respostas sociais e económicas em todo o mundo, o que tem levado à procura de estratégias para adequação dessas respostas às necessidades básicas diárias desta população, centradas, sobretudo, nas políticas de saúde, no papel da família e no peso que esta evolução demográfica representa para o sistema de segurança social.

A vulnerabilidade e fragilidade próprias do estado fisiológico dos idosos, faz com que estes enfrentem muitas dificuldades, agravadas por situações de escassez de recursos económicos, da falta de apoio social e familiar, sendo muitas vezes alvo de discriminação social.

Cada vez mais, e sobretudo nas áreas urbanas, o isolamento e a solidão dos idosos têm sido apontados como um dos problemas que afectam esta população, devido, entre muitos outros factores, ao afrouxamento das relações sociais, por via da reforma, às mudanças verificadas na configuração da família, que deixa de ter condições para prestar apoio necessário nesta fase da vida e ao individualismo característico da sociedade actual, com maior incidência nos meios urbanos.

Neste contexto, para além das políticas, mecanismos e instrumentos desencadeados para responder às diferentes necessidades desta população, há ainda que criar condições que permitam a manutenção das redes sociais, fundamentais para o bem-estar bio-psico-social e para o envelhecimento saudável.

Considerando que, no concelho de Viana do Castelo, 16% de pessoas têm idade igual ou superior a sessenta e cinco anos, e que no centro da cidade (freguesia de Sta. Maria Maior) há uma percentagem significativa de pessoas que vivem sozinhas, tornou-se evidente a necessidade de priorizar a intervenção social nesta franja da população, sobretudo no que se refere ao acompanhamento e à manutenção do seu bem-estar bio-psico-social.

Assim, recorrendo ao trabalho voluntário, o Gabinete Cidade Saudável lançou o projecto “Bem-me-quer mais perto” que se constitui como uma estratégia de intervenção viável no acompanhamento aos idosos, na manutenção do seu bem-estar bio-psico-social e no estabelecimento e/ou estreitamento de laços de solidariedade.

Este projecto, que articula o trabalho voluntário e a proximidade geográfica dos diversos intervenientes, assume como missão melhorar a qualidade de vida dos idosos, combatendo o seu isolamento e tornando-os mais felizes.

 

2. Descrição do projecto

O projecto “Bem-me-quer mais perto” visa a criação de uma estrutura de entreajuda vicinal, resultante da colaboração de um conjunto de instituições dispostas a trabalhar em parceria na criação de respostas adequadas às necessidades sociais dos idosos passíveis de colmatar com recurso ao voluntariado.

Este projecto assume um âmbito de intervenção territorial – ao nível das freguesias - e temático - idosos. Como tal, destina-se a voluntários dispostos a participar activamente em diversas acções de voluntariado na freguesia onde residem e/ou trabalham e a beneficiários (idosos) que pretendam integrar este projecto com vista ao reforço das redes sociais de proximidade.

Os voluntários inscritos frequentam uma formação específica onde são abordadas as competências, saberes e atitudes básicas necessárias à prática do voluntariado com idosos. Posteriormente, são constituídas equipas de dois voluntários, os quais passam a praticar voluntariado no domicílio, junto dos idosos. Estas actividades são realizadas com uma periodicidade semanal.

O funcionamento deste projecto é assegurado por um conjunto de intervenientes: a Câmara Municipal, enquanto entidade promotora e as Comissões Sociais de Freguesia, são as instituições-chave do fomento do projecto. Para além destas, o projecto conta ainda com o apoio dos conselheiros e dos voluntários (ver regulamento).

O projecto iniciou na freguesia de Sta. Maria Maior, em 2009, e em 2011 foi implementado na freguesia de Monserrate. A intenção é que seja alargado para as várias freguesias do concelho, à medida que as Comissões Sociais de Freguesia verifiquem a necessidade da sua implementação nas respectivas freguesias.

 

 3. Objectivos Gerais

  • Melhorar o bem-estar bio-psico-social.
  • Promover o envelhecimento saudável.

 

4. Objectivos Específicos

  • Combater o isolamento dos idosos.
  • Apoiar e ajudar a amenizar problemas do quotidiano dos idosos.

 

5. Público-alvo

Idosos residentes nas freguesias do concelho de Viana do Castelo.

 

6. Horizonte temporal

2009 - 2015

 

7. Parcerias

Comissão Social de Freguesia.

Centro Social e Paroquial de Nª. Srª. de Fátima.

Coração Delta.

 

8. Ligações úteis

Fundação Eugénio de Almeida 

Associação Beira Serra  

Câmara Municipal de Matosinhos – Projecto V.E.M

 

Saiba mais... 


 

 
Slideshow Image 1
logo_cm-viana
rp-cidades-saudaveis
who_logo_en